Diamantes incolores

MANDEI PARA ERVILHA

NOSSAS FINDAS NOZES

DIAMANTES INCOLORES

[CJ]

Anúncios

L’été de la revolution

Queria o tempo no pretérito,
Absoluto quase sincero,
Como os sonhos que carrego
Das lembranças daquele verão.

Podíamos tudo, queríamos tudo,
Era em tudo, uma revolução…
Dos costumes, das drogas, das minas,
Das flores, antes aroma puro…
Agora hino da dor.

Dor, odor putrefo da morte,
Da sorte, dos sorrisos,
Que levariam anos para serem reconstruídos.

Mesmo com tanta tortura,
Não conseguiram apagar a luta,
Destas lembranças que hoje me orgulha,
De tão cedo ter aprendido…

Que a História se faz a cada dia.

[p.K.]

Art.666 – Furto de sentimento alheio

Art.666 – Furto de sentimento alheio

 

A todas as dizi(esperadas)

 

Era um furto premeditado,

De um coração jovem abalado,

Pela experiência primeira de vida,

Água fria no coração que ardia.

 

Os profetas bêbados alardearam,

Mas os anjos abafavam,

Era óbvio que não convinha,

A menininha com o veterano (da boemia).

 

Ela se esforçava coitadinha,

Lia, lia, mas não lia,

Até ousava uma revelia,

Escrevia, versos pro “seu poetinha”:

 

“ Só Nós

A Sós,

É fervo

Que dizi

(a)ma

Minha Alma. “

 

Apesar de tanto esforço,

O veterano queria um colosso,

E depois da quinta dispensa,

Mandou-lhe de volta para a dispensa.

 

Ainda me lembro ele rindo,

Enquanto a mensagem ia ouvindo

Com uma voz de soluço no fundo

Jurando-lhe fundos e mundos,

E repetindo:

 

“Não entendi porque correu,

Não entendi porque não deu,

Não entendi porque bateu,

Aquela porta na minha cara.”

 

Cara paixão hipotecada,

Pela ilusão da vida de vanguarda.

Aprendeste a regra, jovem mulata,

Aqui é assim: Deu? Não Deu?! Da!

 

[p.K.]

Novela das seis, sete ou oito.

Ah, prazer!
Vulga fala feminina,
quanto mais bela
mais rotina,
em minha tela de lazer.

Aporreadas sibilas
de beleza de argila,
não vêem o drama
que tecem, quando
arrogante-mente
se apresentam na tevê?

Aprazer, pressupõe o dar.
Aprazer, pressupõe receber.

Mas me assusta perceber,
que em vosso mundo
espelho da vida,

O verbo se faz carne,
reordenando-se sinônimo
do sucesso: meter.

[p.K.]

Um

AHM BOM 
BOM DIA 
DIA RUIM 
PRA VOCÊ 

Um presente 
de aniversário 
é hoje! 

Que o mundo vai acabar 
em fogo, ar e água- 
mineral, sais e óleo. 

Diesel na atmosfera 
terrestre sem extra- 
conjugais. 

Apartamento pro mar 
salgado de Portugal. 

Lágrimas de vinho, 
vísceras de bacalhau.