Violently Happy

…e foi quando você abriu a porta pra mim que eu vi que não tinha mais jeito.E as vezes eu até penso em mandar tudo pra putaquepariu e viver sozinha de novo.Porque mesmo que você não esteja aqui só de pensar em você antes de dormir meus pés já não estão tão frios.O tempo passa e eu descubro que memória também é companhia, e com isso eu entendo que o amor deve ser calmo, que a paixão é o que pira. E eu já pirei muito nessa vida babe…

(E é por isso que quando você fala eu entendo)

E mesmo que ser metade me cause saudades, essas palavras engasgadas que já não me escapam mais pelos dedos conseguem esperar seu tempo, e me perdoam por estar perplexa demais para escrever.

Eu descobri que melancolia é pequena demais e por isso cabe no papel, (E mesmo que todo o branco seja convidativo,meu sentimento não quer falar sobre o que me provoca)felicidade não,felicidade não cabe em pequenos espaços e nem nessa pequena cidade.Nada cabe,nada cabe dentro de mim,nada que não seja você.

P.G

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s