A primeira impressão

Traga-me o menu, por favor? Logo que sentaram-se à mesa, foi assim que ele dirigiu-se ao garçom, em um tom polido, com a voz empostada, utilizando as técnicas que aprendera em um curso de oratória. Após esta fala, preocupou-se com sua postura, verificou sua coluna e o ângulo que mantinha entre o pescoço e o queixo. Assegurando-se que sentara de acordo com o que vira nas aulas de ioga, tranquilizou-se, e então abriu um leve sorriso e olhou para ela, que já havia cruzado as pernas e acendido um cigarro. Começaram a falar sobre Tolstói, mas o assunto não rendeu muito. O cappuccino dela chegou, junto do café descafeinado pedido por ele. Beberam rapidamente, o rapaz comeu um pequeno biscoito que viera no pires, levantou-se e avisou que iria ao toalete. Lá chegando, olhou-se no espelho, ajeitou o cabelo com as mãos, verificou os dentes, esperou mais alguns segundos e abriu a porta. Aproximou-se de onde estavam mas não viu a menina, e concluiu que ela também tinha ido ao toalete. Entretanto, quando sentou, percebeu seu engano ao encontrar sobre a mesa duas xícaras sujas e um guardanapo, no qual estava escrito: tchau, seu ridículo.

 

[CJ]

Anúncios

2 comentários em “A primeira impressão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s